13 de julho de 2009

Como o amor à ciência não tem limites

Amanhã logo pela manhã vou dar sangue aqui aos meus colegas de grupo, que precisam de 80 ml para as suas experiências. A minha única preocupação era de que fosse o Bram ou o Ding a espetar-me a seringa, mas afinal não, há enfermeira e tudo. Enfermeira, e bolachas, que também são de grande importância caso se me esteja para dar um badagaio.

7 comentários:

  1. Dá-te por contente que em POrtugal 80 ml de sangue não justifica bolachas à borla.

    ResponderEliminar
  2. Não é uma situação normal deir dar sangue, é um favor a colegas de trabalho.

    ResponderEliminar
  3. Isso é que é uma boa acção:P Graças à enfermeira...

    ResponderEliminar