6 de maio de 2011

E vocês, o que é que têm na lista?


Desafio a quem quiser pegar nele.

17 comentários:

  1. A minha está aqui: http://odoutordalicenca.blogspot.com/2011/01/52-livros-para-52-semanas.html

    Wuthering Heighs: cinco estrelas;
    To Kill a Mockingbird: idem (a minha edição é igual á tua, toma)
    Leite Derramado: Supimpa
    Levantado do Chão: muito bonzinho
    A Desilusão de Deus (a tradução devia ser A Ilusão de Deus, mas adiante) mui, mui mui supimpa.

    Rentes de Carvalho, o mano diz que é o supra sumo da batata, depois conta coisas.

    ResponderEliminar
  2. Ó mulher, ainda no outro dia discutia com um amigo meu essa péssima traduçao do The God Delusion. Nao consigo perceber, deveria ser mesmo ilusao, e nao desilusao, que não são de todo a mesma coisa.

    (comecei a ler o To Kill a Mockingbird tal como o 451 Farenheit) há uns anos, mas na altura estava mais perra no inglês e acabei por interromper. Quero voltar a tentar agora que estou mais fluente a ler inglês, e por isso os trouxe para cá - eu vou trazendo e levando livros, para nao acumular muito cá, que livros é do pior para transportar quando nos mudamos.)

    ResponderEliminar
  3. P.S. Ando para ler o do Rentes de Carvalho há séculos, mas procurava e nao encontrava nas livrarias. Acabei por encontrar e oferecê-lo ao meu pai, e finalmente trouxe-o para ler.

    ResponderEliminar
  4. Eu li o Fio da Navalha há uns Verões atrás e adorei! O Blink... conta se tiver sido em audiobook? :p Life of Pi... (nada de especial, ou as minhas expectativas talvez fossem um pouco altas) A "desilusão" está ali na pilha também.... Tenho tanta tanta coisa para ler.... mas antes há uma tese para ser submetida já next week! :p Acho que o meu desemprego me vai ajudar a baixar a pilha de livros.

    ResponderEliminar
  5. Nao sei se te aconteceu o mesmo, mas desde que comecei o phd que leio muito menos, tenho tanta coisa para ler que acabo por nem sempre ter tempo nem disposiçao como antes.

    ResponderEliminar
  6. O livro do Rentes de Carvalho lê-se com uma pinta do caneco. Quatro horinhas e desaparece. E é MUITO bom para os Portugueses quem vive na Holanda não pensarem que sao tolinhos nas criticas aos holandeses e no fundo compreende-los muito melhor. Por outro lado, quem vem de fora, compreenderá muito melhor toda a cultura holandesa. É perfeito.
    O Wuthering Heights que li em versão original, é dos melhores livros que li na vida e que me esqueci naquela lista imensa que dei.
    As cruzadas vistas pelos árabes é magistral, mas pode ser um bocadinho seca para quem não gosta mto de história. Os outros posso-tos pedir emprestados! :)))) Principalmente o do GGM ;) Prometo que devolvo! beijos

    ResponderEliminar
  7. Eu ando a ler "A segunda guerra mundial" do Martin Gilbert à meses. 962 páginas que detalham com a exactidão possível, todos os acontecimentos entre 39-45. Dá portanto ums milhares de mortos por página, razão para demorar meses a ler. Não é fácil de digerir.

    ResponderEliminar
  8. Sim, leio muito menos! Primeiro não ando tanto de transportes, a bicicleta rouba-me esse bocadinho! E depois quando tenho tempo não me apetece nada olhar de novo para letras pequeninas sem bonecos! Quase parece um sacrilégio dito assim, mas é uma mistura de cansaço, falta de motivação e pouca disponibilidade. As revistas, os filmes e as séries passaram a ocupar cada vez mais espaço. O que passei a fazer, e que acaba por compensar embora não me dê o mesmo prazer, foi começar a ouvir podcasts e audiobooks enquanto trabalho no laboratório ou enquanto faço cálculos no excel. ;)

    ResponderEliminar
  9. Maria: tenho-o com muito carinho. Acabou por ser fosto na fila, mas aqui está. (e o que eu gosto de steinbeck)

    ResponderEliminar
  10. E A Leste do Paraíso, também dele? Já leste? É o meu favorito.

    ResponderEliminar
  11. Nao, nao li. É outro que tenho mesmo de ler.

    ResponderEliminar
  12. Por muito parvo que seja, neste momento estou a ler, ao mesmo tempo, 4 livros. Tecnicamente é só três, porque me esqueci de um deles em portugal:

    A metamorfose, do Kafka
    A game of Thrones, do GRR Martin
    Crónicas de uma pequena Ilha, Bill Bryson
    The Holy Machine, do Chris Beckett.

    E concordo, a tradução do God Delusion está ao estilo de algumas das traduções do cinema.

    ResponderEliminar
  13. Servidão humana faz parte da minha lista de favoritos. Agora, como vivo em Espanha, ando a ver se leio mais clássicos de cá, comprei um Aranha Negra, do Blasco Ibañez. Mas também um Quixote e um Guerra e Paz (nada a ver ehehe).

    ResponderEliminar
  14. Entre outros, (muitos, que se aproxima o Verão e já estou prevenida) tenho essa mesma edição do The Great Gatsby à minha espera. Vou começar a lê-lo assim que acabar o actual, Netherland (Joseph O'Neill). Wuthering Heights é muito bom. E tenho Steinbeck na minha wishlist há uns tempos...
    Boas leituras!

    Nunca comentei neste blog, que vergonha. É dos meus favoritos há uns meses.

    http://nessieontherun.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
  15. "Servidão humana" foi talvez o pior livro que já li :/

    ResponderEliminar