6 de junho de 2011

Geeky stuff (desabafo)

Quantos e-mails é preciso trocar com o técnico responsável pela síntese e análise dos péptidos com que é suposto trabalharmos para conseguir descobrir quanto está em cada um dos vials que nos foram entregues, e o que significam as notas manuscritas em cada cromatograma "M=2981.6 ok" sem unidades nem nada mais?

So far, quatro and counting...

Update: após cinco e-mails lá me respondeu que não, não tinham medido o conteúdo de cada vial, que o tal M é a massa molecular (assumo que em daltons, já nem vou perguntar mais), e que para fazer as rectas de calibração em HPLC devo pesar o pozinho na balança à escala miligrama, o que é uma coisa super mega hiper rigorosa, assumir que mais ou menos (mais ou menos é lindo e também super hiper mega rigoroso) dois terços do peso correspondem ao péptido, e usar isso como standard. Tive vontade de responder "are you kidding me?" mas controlei-me. Afinal o senhor tem idade para ser meu pai.

9 comentários:

  1. Assumo aqui,muito envergonhadamente,diga-se...que não percebi rigorosamente nada!

    ResponderEliminar
  2. Luna, sigo o teu blog e em geral gosto bastante do que escreves. Porém, fiquei sem perceber "nadica de nada" deste teu post, acho que a linguagem técnica utilizada é apenas perceptível para quem trabalha/estuda na tua área. Seria necessário tanto detalhe técnico para ir ao cerne da questão? Ou então sou mesmo eu que sou ignorante...Claro que o blog é teu e escreverás o que bem entendes, mas achei o post algo despropositado, mesmo tratando-se de um desabafo geek... Peço que não leves a mal a minha consideração e que continues com a qualidade dos posts com que nos tens habituado (de preferência com linguagem menos críptica).Fica bem !

    ResponderEliminar
  3. Sara
    tal como está explícito no título, foi um desabafo, e muito técnico. Sim, eu sei que 98% dos meus leitores não estarão dentro do assunto, e passarão à frente. Nem tudo tem de ser perceptível para toda a gente, e isto é específico do meu trabalho, mas precisei de desabafar depois de horas perdidas a trocar emails e à espera de respostas.

    ResponderEliminar
  4. Espero então que já tenhas contornado essa questão e desejo-te a continuação de bom trabalho.Um beijinho,Sara

    ResponderEliminar
  5. By the way...os únicos "Daltons" que conheço são os irmãos...

    ResponderEliminar
  6. Boa noite,
    M (massa molecular relativa) nunca tem unidades porque é calculada em relação à massa do carbono.
    Beijinhos
    PS - Adoro o blog

    ResponderEliminar
  7. Toda a razão. Mas como se trata de proteínas, ou melhor, péptidos, e geralmente fala-se de massa molar, em daltons ou kilodaltons, dai a força do hábito.

    ResponderEliminar