1 de julho de 2012

Só na Holanda

Acabo de ver uma cena muito à frente: uma bicicleta cadeira de rodas. 

Geralmente vê-se pessoas com mobilidade limitada numa espécie de scooters triciclo, mas ver um triciclo com pedais em vez de guiador foi a primeira vez.
 

9 comentários:

  1. Também já as vi por aqui(Alemanha). É estranhíssimo, tens razão!

    ResponderEliminar
  2. Quando aí estava passava-me com a quantidade de ciclo qualquer coisa que eram capazes de inventar. De bicicletas deitadas, a bicletas portáteis que se transformavam num banco, passando por carrinhos para rebocar 3 bebés na bicicleta...havia de tudo! Acho que só não vi nenhum monociclo, mas posso estar a fazer confusão.

    ResponderEliminar
  3. Imperatriz Sissy

    já vi disso tudo (as deitadas fazem-me especial confusão, e posso dizer que aqui em leiden já vi várias vezes uma fechada tipo yellow submarine, que infelizmente nunca consegui fotografar).

    Mas nunca tinha visto uma em que o tipo pedalava com o volante.

    ResponderEliminar
  4. Quando aí estive este ano, vi que os holandeses eram capazes de fazer muitas coisas em cima de bicicletas (sendo que a minha preferida é levar a namorada à pendura atrás - não, espera, também gostei do casalinho de meia-idade, a pedalar lado a lado de mão dada!). Mas bicicleta cadeira de rodas infelizmente não vi (mas gostava!).

    ResponderEliminar
  5. Também já vi essa amarela fechada! Prometo que se fotografar te envio a foto ;)

    ResponderEliminar
  6. pá, não é incrível? pena estar sempre em cima da bicicleta e nao conseguir captar.

    ResponderEliminar
  7. Vocês na Holanda vão de bicicleta para todo o lado? :p

    ResponderEliminar
  8. Peço desculpa, Luna, mas aqui em Portugal também já vi disso várias vezes e há muitos anos. Já não se vêm é agora, com o domínio dos veículos electricos para tudo.
    Lembro-me por exemplo de ver na baixa do Porto pelo menos umvendedor de cautelas (amputado) que se deslocava assim, com os pedais no guiador, e há várias décadas.
    Como disse, por cá devem ter sido suplantadas pelas cadeiras de rodas eléctricas.

    ResponderEliminar
  9. Peço desculpa por ter eventualmente induzido em erro quem incautamente possa ter interpretado este título literalmente, e assim possa ter pensado que uma observação pessoal sobre algo que eu pessoalmente nunca tinha visto como uma afirmação peremptória sobre não existir nada igual em mais nenhum país de todo o mundo e só mesmo mesmo na holanda. Não volta a acontecer.

    ResponderEliminar