11 de junho de 2014

E Game of Thrones, hein?

Estou a gozar, já ali aquilo tudo, já name me surpreende.

20 comentários:

  1. Se calhar sou só eu, mas a série não me prende, só vi a primeira. Há imensos buracos, e como já li tudo, enervo-me imenso.
    O melhor - tal como nos livros - é o Tyrion.

    E o senhor George, em vez de andar entretido a ser produtor executivo, já escrevia umas coisas. Se o homem quina sem me acabar a coisa, juro que lhe vandalizo a campa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem me digas nada, vamos lá as duas.

      Eu gosto da série, acho que está muito bem feita, e até lhe perdoo algumas diferenças relativamente aos livros, embora algumas não lhes perceba o propósito.

      Eliminar
    2. Aquele casamento do Robb com uma choninhas enfermeira: porquê?

      Eliminar
    3. Pois, também não percebi.

      Eliminar
    4. O fuschio tem o mesmo problema, de vez em quando soa um "hein? mas porquê? nos livros não é nada assim" e já lhe disse que é uma luta perdida.

      (já tou naquela, no fim morrem todos, todos, todos e só ficam dragões para contar a história)

      Eliminar
  2. Nada de spoilers, hã... :)

    Francamente nunca vi uma série como aquela, nem nunca nenhuma me prendeu tanto emocionalmente. O que ninguém diria porque os livros não me conseguiram prender. Li metade do primeiro a muito custo e abandonei. (Opção seriamente a rever quando penso que faltam nove meses para a próxima temporada estrear...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério? Pois comigo é ao contrário, mil vezes os livros. Era cada maratona.
      Uma série que nos prendeu imenso - e juro que quando mate a levou o trocei desalmadamente, e acabei super fã - foi o Doctor Who. Estamos de ressaca - emborcámos cinco temporadas à bruta (as duas primeiras só ele viu) e a próxima só no final do ano.

      Eliminar
    2. Luna, já vi, já, e nem queria acreditar que tenho que esperar mais uma semana para saber a resolução da porcaria do assunto Tyrion.

      Izzie, eu sei, é heresia, mas não gostei nada da escrita dos livros, nem do facto de aquilo ser passado num mundo e tempo completamente inventados. Gosto muito de ficção histórica mas com ênfase no "histórica". Sou um bocado limitada de imaginação, deve ser. O Doctor Who nunca vi atentamente mas tem monstro a mais, não? (isto vindo da rapariga que cresceu a idolatrar HP)

      Eliminar
    3. Muito monstro, é ficção científica. Mas tem vilões dos bãos, caneco. Os Dalek (robots que querem dizimar a espécie humana, e cujo rifão é exterminate!), e os meus preferidos, os Angels (estátuas que vivem em suspensão e se movem quando não as estás a ver - don't blink é um dos episódios mais sterssantes de sempre).
      Mas aborda temas muito interessantes, e tem personagens femininas fortíssimas e muito interessantes. É raro encontrar boas personagens femininas neste género de ficção. Antigamente eram só eye candy e muito histericazinhas.

      Eliminar
    4. Personagens femininas interessantes e fortes? Estou capaz de lhe dar uma chance.

      Eliminar
    5. As companions do Doctor são todas muito bem 'desenhadas'. E mais para a frente surge uma tal de River Song, arqueóloga espaço-temporal, que é das minhas favoritas. Para além disso, é uma série onde se distribuem bons papéis / personagens com muita diversidade e paridade: todas as cores de pele, o protagonismo nem sempre é masculino, e nem todas as mulheres são drop-dead-gorgeous - há de tudo. Gosto disso, uma vez até comentei com mate que era um suporte giro para fazer um estudo de diversidade e género em ficção.

      Eliminar
    6. Tipo Battlestar Gallactica?

      Eliminar
    7. Um bocado menos noir. Tem a vantagem do humor britânico. Actualmente o show runner é o Steven Moffat, autor do saudoso Coupling e também co-autor do Sherlock. É uma série muito, muito nerd (só para avisar - o Sheldon do Big Bang Theory é fã)

      Eliminar
    8. Izzie: eu via battlestar... ;)

      Eliminar
    9. p.s. entretanto já comecei a sacar Fargo, mas passámos o serão a procurar hoteis e tal para a viagem, ainda não foi desta que vi - eu acredito em tudo que tenha o selo de qualidade Izzie.(btw, comecei a ler o cockroaches.

      Eliminar
    10. Ena, já tenho um selo de cólidade :D
      O Fargo está tão bom que dá vontade de os espancar. A sério, estou a adorar.
      Também nos andamos a entreter com o Penny Dreadfull, que é uma coisa vitoriana cheia de monstros - vampiros, lobisomens, Frankenstein, Dorian Grey - a ver vamos.

      Eliminar
    11. Dessa nunca ouvi falar... Ai...

      Eliminar
  3. E homeland hein? E Downton Abbey? Raios mais a ressaca...

    ResponderEliminar
  4. Raios, também não percebi o penúltimo episódio, fiquei surpresa e chocada, confesso.
    Mas adoro a série.

    ResponderEliminar