13 de Junho de 2014

Manual de caligrafia

Nunca escrevas algo que envergonhasse a tua mãe.

16 comentários:

  1. Resumidamente: se aquilo que estamos a postar ou comentar é algo que teríamos vergonha de mostrar às pessoas que mais respeitamos, talvez seja melhor pensar duas vezes antes de clicar no enter.

    ResponderEliminar
  2. O meu problema é: morro de vergonha da minha letra e a minha mãe foi a minha professora na 1ª e 2ª classe!! Ela bem que me deu cadernos de duas linhas, mas..... :)

    ResponderEliminar
  3. Sendo que a minha mãe lê o meu blog, levo este mandamento muito à letra.

    ResponderEliminar
  4. Por acaso não concordo com esta (e não me saltes já em cima!). As nossas mães, não foram sempre assim tão atinadas, também meterram as suas argoladas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria, nao tem que ver com ser atinados ou com argoladas, mas com valores morais. A maioria dos comentarios anónimos insultuosos nao seriam escritos se is autores pensassem que as suas mães poderiam vir a ler aquilo e a saber serem eles os autores. A decência é muito calibrada pela vergonha.

      Eliminar
  5. Já leio seu blog há alguns meses e adoro o que você escreve.
    Hoje mesmo eu estava pensando nisso quando resolvi que já é hora de divulgar meu próprio blog em larga escala (sempre tive receio de ser mal interpretado, então só mostrava pra alguns amigos e divulgava raramente).
    Parabéns pelas palavras. Um abraço do Brasil! :D

    ResponderEliminar
  6. Ou entäo: nunca escrevas algo que näo querias ver repetido na primeira página de um jornal ao lado da tua fotografia e do teu nome.
    (Näo é por acaso que normalmente os textos mais vergonhosos säo escritos a coberto do anonimato)

    ResponderEliminar
  7. Diria mesmo que é um manual de vida. Nunca faças nada que envergonhasse a tua mãe :)

    ResponderEliminar