3 de novembro de 2014

Eu definitivamente não devo perceber nada disto

Mas se a pessoa com quem escolhemos partilhar a vida não for o nosso melhor amigo, quem há de ser?

34 comentários:

  1. :D
    Estará em vias de se iniciar uma guerra aberta, estará?

    Nesta até posso ser condescendente. Apesar da pessoa com quem escolhemos partilhar o resto da vida saber muitas coisas que mais ninguém sonhará. Sem dúvida. Coisas que nem os nossos melhores amigos saberão... Também sou da opinião que algumas coisas partilho com as minhas melhores amigas (e amigos). Pode parecer um contra-senso o que estou a afirmar... é certo... mas lembro-me de algumas recomendações da minha mãe (ou até da minha avó). Se calhar serei eu a antiquada?
    Pois que nesta talvez ache que há coisas que devemos "poupar" a nossa cara metade - e vale nos dois sentidos, atenção! - exemplo: eu posso não querer saber todos os nomes dos jogadores da equipa de sei-lá-que-clube. ele não vai querer saber qual a cor de verniz mais "in". esse tipo de assuntos...
    (digo eu na minha mais perfeita ignorância)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não considero ser o meu melhor amigo equivalente a ter de contar/partilha/saber tudo, e muito menos ter de partilhar os meus interesses em vernizes ou certos assuntos, mas isso nem ele nem nenhum amigo. Ninguem partilha tudo nem conta tudo a ninguém, ninguém sabe absolutamente tudo sobre nós nem partilha todos os interesses, a relação que temos com cada pessoa é única, e geralmente focada em pontos comuns que diferem de pessoa para pessoa, de amigo para amigo.

      E eu, pessoalmente, não concebo partilhar a vida com alguém que não considere, antes de mais e principalmente, meu amigo. E sim, o melhor.

      Eliminar
    2. creio que estamos a dizer o mesmo, mas de maneira diferente.
      a pessoa que eu escolhi para partilhar a minha vida será sempre muito mais do que amigo (ou melhor amigo), estará a outro nível. o meu melhor amigo ou amiga (que continuarei a ter) estarão noutro patamar.
      isso significa que o meu namorado/marido não é o meu melhor amigo? é muito mais do que isso. e poderão mesmo existir coisas que o meu melhor amigo sabe que o meu marido não... e não vejo nenhum mal nisso (claro que o inverso deverá ser também uma realidade).

      exemplo: o meu melhor amigo poderá saber de alguns detalhes dos meus antigos namoros (até porque poderá ter conhecido alguns ex-namorados e ter sido meu confidente em alguns momentos específicos), não vejo necessidade do meu marido saber esses pormenores... (é só um exemplo).

      Eliminar
  2. (eu não consigo ter duas conversas sérias ao mesmo tempo, Luna...)

    ResponderEliminar
  3. (mas sempre lhe vou dizendo que descobrirá lá mais para a frente que não percebe efectivamente nada disto...)

    ResponderEliminar
  4. Também nesta estou contigo, e já tinha pensado precisamente no mesmo, em especial quando leio ou ouço comentários que, talvez sem essa intenção, colocam os companheiros para um plano de menor importância, e até de algum desapego, quando nascem os filhos.
    Digo há anos que o meu marido é também, indubitavelmente, o meu melhor amigo, companheiro, amante e afins. A vida de um casal é muito mais rica e complexa que mesa e cama, e ainda bem. Acho que ambos seríamos incapazes de estar com alguém que não conseguisse preencher esse papel, "o de melhor amigo", que por cá não envolve conversas sobre bola ou vernizes per se, mas é sem dúvida de valor ter em casa alguém com quem se possa dialogar sobre tudo, do mais mundano ao profundo, com quem se vai tendo private jokes.
    Claro que haverá sempre quem discorde, é lícito. Não sabem o que perdem, é o que lhes digo.

    ResponderEliminar
  5. Vou mandar um bitaite: eu acho, na minha ignorância, que é fundamental que seja companheiro/parceiro, aquele que eu ainda as vou a lançar e já ele vê as bolas no ar, tás a ver? Já o meu melhor amigo, tendo eu tantos e tão bons amigos homens, não sei. Se calhar até pode ser, ainda não cheguei lá :) Se calhar é por isso que continuo solteira :D Não é que vá falar de vernizes, mas li algures um dia, que os homens não pensam em nós como as melhores amigas, e davam um sem número de razões que achei mto válidas, uma delas por ex, não comentam connosco qdo acham outra miúda bonita/jeitosa. E lembro-me de um dia um tipo de quem eu gostava me estar a contar umas cenas ao telefone que eu dispensava plenamente, e ele me dizer, conto-te tudo a ti e ao meu melhor amigo! Tu és a minha melhor amiga (e o gajo é casado), por isso "toma lá". E é isto. Se os homens não acham necessariamente que sejamos as melhores amigas, mas sim as melhores companheiras, eu acho o mesmo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Teremos então um problema de semântica?

      Eliminar
    2. Talvez! Mas eu li o teu comentário lá em baixo e concordo plenamente. Não me passa pela cabeça sequer ter uma relação com alguém que não seja meu amigo em primeira instância. Já mandei muitas relações pro maneta assim que me apercebi que o dito cujo não cumpria certos requisitos que considero mínimos pra considerar alguém meu amigo. Ou seja, se ele não cumpria, não podia ser meu amigo, logo também não podia ser meu namorado.
      Será companheiro, compincha e amigo tudo a mesma coisa? Eu acho que um companheiro é mais que um amigo (e não estou a falar de estados civis, ex: ah, é o meu companheiro pq nao somos casados, nada disso), um companheiro é aquele que acompanha o teu dia-a-dia, é teu amigo, mas também é uma presença forte na tua vida. O melhor é ir ver o dicionário ;)

      Eliminar
  6. Partilhas a vida com ambos, a diferença é que o melhor amigo nunca vai embora.

    ResponderEliminar
  7. É um pouco como a história da mãe, é mãe não é a melhor amiga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo! Obrigada por ser tão simples e tão "au point".

      E sim, a minha mãe era uma grande amiga minha... mas era mais, muito mais, porque era a minha mãe! atenção: a minha mãe era a pessoa mais fabulástica que eu já conheci!
      mas não era a minha melhor amiga!
      Obrigada I. era isso mesmo que eu queria dizer!

      Eliminar
  8. Olha, caneco, tenho de despachar o home, que além de ser o mê melhor amigo também é um grande galanteador. Já de piropeiro e bricoleiro, nada. Lá em casa quem vesto o fato macaco sou eu (menos para subir a escadotes)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah bricoleiros... sabes onde fui este fim de semana mais uma vez, sabes?

      Eliminar
    2. Ah, o paraíso. Agora tenho uma bagageira onde cabem o dobro dos parafusos.

      Eliminar
    3. Oh, é verdade, se quiserem juntar-se os dois a bricolar no meu quintal, quem sou eu pra me opor!!! E estou aqui de testemunha, que o "dito cujo" é um grande bricoleiro! E tu Izzie Maria, és uma grande companhia nas compras de bricoleira :D Não despaches é o home, que encontrar quem nos ature num é fácile!! ;))

      Eliminar
  9. "com o envelhecimento, os prazeres corporais vão sendo substituídos pelos intelectuais, " 'tou contigo, Luna.

    ResponderEliminar
  10. Não és tu que não percebes nada disto, é o Pipoco. Vai discutir com outras pessoas.

    ResponderEliminar
  11. Acho que o que difere aqui é o conceito de amizade. O meu melhor amigo não é a pessoa a quem conto tudo necessariamente, há coisas que nem ao diabo interessam, é a pessoa a quem POSSO contar tudo, sem medo de ser ridicularizada ou de gostarem menos de mim por causa disso. Não partilha necessariamente todos os meus interesses (de resto, como sou multidimensional como todos nós, conheço muito pouca gente que partilhe todos os meus interesses, nem sei se me lembro de alguém que também se interesse por cozinha, mórmons, ópera, literatura infantil, ética, relações públicas, bricolage, pintura religiosa da Idade Média, o que está agora no Lidl e feminismo, embora conheçamuitas pessoas que se interessam por alguns destes temas).

    O meu melhor amigo é a minha companhia favorita. É a primeira pessoa em quem penso quando preciso de ajuda, quando preciso de falar, quando me morre alguém, mas também quando me oferecem um emprego, quando tenho boas notas, quando as coisas me correm bem. É alguém com quem sou eu inteira, despida e vulnerável. Se o meu namorado não for também isso, se o amor não for também isso, então prefiro não saber, porque cheira-me que não valerá a pena.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "O que está agora no lidl" <3
      Lobe u.

      Eliminar
    2. Está o Natal alemão em peso! (como me esqueci da paixão pela cultura e língua alemãs? E pelos castanheiros?)(haha, se agora tivesse de andar à procura para amigo de outra português que adorasse a Alemanha estava bem lixada...)

      (lobe you too)

      Eliminar
    3. eu adoro a Alemanha
      (mas, ai!, dos mormons não sei quase nada)
      (mas já estive em casas deles, perdidas no meio da pradaria) (conta?)

      também te esqueceste da língua francesa - e logo agora, que aprendi uma palavra nova, "encombré"

      Eliminar
    4. Tu adoras a Alemanha mas não odeias a Merkel, logo não podemos ser melhores amigas. Mas isso até é bom, porque assim podemos ser namoradas. Por outro lado se fosses minha namorada eras gay e já podias ser a minha melhor amiga (vide abaixo). Full circle.

      Resumo: os nossos melhores amigos são aquelas pessoas que são sempre protagonistas na nossa vida, independentemente de para que lado virarmos o carrossel retórico das tontices.

      Eliminar
    5. (foi a Izzie que começou a lamechice, eu não tenho culpa)

      Eliminar
    6. Rita, eu é mais o Aldi.

      Eliminar
    7. Eu também gosto, mas fica-me muito fora de mão e portanto não acompanho da mesma maneira. Ainda por cima o mais próximo de mim fechou. Mas tenho pena.

      Eliminar
    8. Pois, eu é ao contrário, tenho aldi aí a uns 500 metros. Olha que no ano passado teve gluhwein. ;)

      Eliminar
    9. Está dito.Melhor amigo no sentido em que posso contar com ele para tudo e que quer o melhor para mim e ver o melhor de mim. Com toda a parte romântica e de química envolvida, naturalmente. Sem estas últimas não faz sentido ser companheiro e passa apenas a ser amigo.

      Luna, vê lá que o pessoal mata-te com tanta "seriedade" (Há um punhado de anos, não era seriedade mas bloggers a sério.). Talvez seja melhor começares a publicar fotos da roupita!

      Eliminar
    10. Há um aspecto aqui interessante e que muitos dão como garantido, e que é o conceito de imutabilidade dos melhores amigos, como aqueles que "ficam sempre". Os meus melhores amigos não foram os mesmos ao longo da minha vida, tenho amigos de longa data, muitos muitos anos, mas o carácter mutável do ser humano, a nossa evolução, os caminhos diferentes que vamos tomando, leva inevitavelmente a aproximações e afastamentos consoante o que temos em comum, e portanto, o "melhor amigo" agora não será obrigatoriamente o mesmo de há 10 anos nem continuará a sê-lo daqui a 20.
      E sim, os melhores amigos também se zangam e afastam.

      Eliminar
    11. Perfeitamente de acordo! Os meus melhores amigos e amigas não são os mesmos, vão mudando comigo e com a vida. E não é preciso haver zangas. Simplesmente os interesses, a forma de ver as coisas, vão-se alterando.

      Eliminar
  12. Btw, eu tenho alguns bons amigos, mas acho que não tenho "a melhor amiga" à la Sex and the City ou outro qualquer filme americano. Tenho duas boas amigas que são mulheres - nunca pintamos as unhas uma à outra, nunca fomos às compras juntas, nem a um spa, nem fomos juntas para o engate e acho que não sei a opinião de nenhuma delas sobre vernizes... . E tenho um grande amigo homem, que idem aspas.

    Não é programa, é acaso (tenho outras amigas, até menos íntimas, com quem já fiz isso tudo e alguns amigos homens com quem fiz pelo menos parte), mas não sei se quando dizemos estas coisas do "não é para o meu namorado ser o meu melhor amigo" não estamos a assumir uns bonecos rígidos made in Ragazza, do tempo do "prefere sempre a tua amiga ao teu namorado, porque os rapazes passam mas as amigas são para sempre" e do "nunca te depiles à frente dele, deixa-o achar que és naturalmente assim".
    Acho que esse modelo nunca se aplicou à minha vida.

    ResponderEliminar
  13. Então os melhores amigos das mulheres não são gays? Nesse caso, fica o problema resolvido. :)

    ResponderEliminar
  14. Concordo contigo completamente. Eu conheco casais que nao compartilham certas coisas com medo dos segredos acabarem nos ouvidos de amigos durante a "cervejinha e o futebol". Pode isso?!!

    ResponderEliminar