18 de setembro de 2009

Cura do cancro, etc.

Toda a gente deseja a cura do cancro, toda a gente quer vacinas contra a sida e a malária, toda a gente reza pelo medicamento milagroso que irá curar ou fazer melhorar amigos ou familiares com doenças graves ou incuráveis. Querem as curas todas sem se importar em saber quem trabalha nelas, sem fazer ideia alguma de quem é que está nos laboratórios, todos os dias, a fazer investigação científica nesse sentido. São aquelas pessoas a quem geralmente perguntam a rir, num misto de condescendência e superioridade: "então e trabalhar, não?"

6 comentários:

  1. E isso numa área tão vital como a tua, agora imagina como será numa área que interessa a pouquissima gente...

    ResponderEliminar
  2. Caramba, babe. Uma pessoa teria de ser stoopid para não valorizar isso.

    ResponderEliminar
  3. Como aparece tudo feito...
    Snobs.

    ResponderEliminar
  4. As vezes que me disseram(que Deus ou alguém lhes perdoe a ignorância) "quando é que começas a trabalhar?"
    Agora que me afastei da investigação é ver-lhes o orgulho estampado no rosto porque "agora sim".
    Ggrrrrrrr...

    ResponderEliminar
  5. Não suporto essas pessoas! Essas e aquelas que depois de dizer o que faço, entre duas gargalhadas me perguntam "e já descobriste alguma coisa util?".
    Fico logo azul!

    ResponderEliminar
  6. A investigação é realmente subvalorizada, seja ela em que área for. Infelizmente... Mas se alguns bolseiros são tão maltratados pelas instituições que os deviam apoiar, não admira que o cidadão comum os olhe ainda mais de soslaio. Tantas vezes que ouvi um "Não fazes nada na vida" enquanto fazia Mestrado... e, por vezes, daqueles que me eram mais próximos.

    ResponderEliminar