8 de janeiro de 2010

Yay!

23 comentários:

  1. Post enigmático, mas normalmente a cor é alegria e felicidade. Se sim, fixe para ti!!!

    ResponderEliminar
  2. E quem não vive em Portugal sou eu...

    ResponderEliminar
  3. God, mas esta gente não toma atenção às noícias?
    Finalmente tomam juízo e percebem que se trata de um direito humano - tal como está escrito naquela imagem "(...) not a heterosexual privilege".

    ResponderEliminar
  4. Bem acho q as pessoas q estao fora e q estamos mais informadas o q se passa naquele pais a beira mar plantado, amazing...

    ResponderEliminar
  5. "Somewhere over the rainbow..."

    Um beijinho,


    P.S- Claro que vou ao "Pau de Canela" enfardar umas saladinhas da Tia Brenda (a velhota perspineta que por lá anda)!

    ResponderEliminar
  6. Piiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii......

    ResponderEliminar
  7. Finalmente! E sem referendo e tudo!

    ResponderEliminar
  8. Arco-Íris

    E no dia de hoje, um enorme arco-íris pelos céus de Cascais, junto ao autódromo e por volta das 14:30.

    Coincidência?
    Não me parece!

    http://furaconinhas.blogspot.com/2010/01/arco-iris.html

    ResponderEliminar
  9. Eu não associo o casamento homossexual, nem a qualquer outro, a arco-íris. E não sou adivinha para saber que estavas a pensar nisso com este post, até porque nem sequer sabes em que condições o vi. Daí até às conclusões de que eu não estaria informada e quem está fora é que está...

    ResponderEliminar
  10. Ah, e por falar em informação: esperemos que o Presidente da República promulgue, ainda falta essa etapa.

    ResponderEliminar
  11. Calminha, sim? Credo, os comentários sobre falta de informação nem foram meus, e nem a resposta era exclusiva para ti. Menos...

    (Mas tendo em conta que o arco-íris representa o movimento gay, houve pelo menos uma certa falta de associação de ideias.)

    ResponderEliminar
  12. Bem..eu, assim que vi a imagem associei ao que hoje se viveu em Portugal e que foi a notícia do dia. Gostei ;)

    ResponderEliminar
  13. Adorei. A ideia do arco-íris está excelente e o toque "final" que é o título está de mestre! É por estas (e por outras também) que gosto tanto de vir aqui.

    ResponderEliminar
  14. lindo.
    Estes comentarios...!
    Voltanto ao post...deu se mais um passo importante em portugal.

    ResponderEliminar
  15. As minhas associações do arco-íris são a felicidade e a alegria, algo que não é exclusivo do movimento gay. Não associo a mais nada e nas minhas associações, enquanto não me mexerem na cabeça, ainda mando eu. Isto é falta de informação?
    Ok, serei uma desinformada.

    Sobre ser ou não ser exclusivo para mim, também o era para mim, por isso respondi. Assim como a minha frase : "Daí até às conclusões de que eu não estaria informada e quem está fora é que está..." também não era exclusiva para ti e tu respondeste.

    Não percebi o "calminha, sim", nem o "menos...", achei-os desapropriados. Mas de facto és livre de dizeres e escreveres o que quiseres.

    ResponderEliminar
  16. A bandeira do arco-íris representa o movimento gay. Pessoalmente poderás associá-la ao que quiseres, mas isso não obsta a que seja o símbolo do movimento gay na mesma. Claro que és livre de associar ao que quiseres, tal como eu se vir umas riscas vermelhas e brancas e um quadrado azul com estrelas brancas sou livre de associar o padrão a uns all star que havia há uns anos e que toda a gente usava, podendo na minha cabeça ser o símbolo dos anos noventa, porque ninguém manda na minha cabeça, mas se por isso não o associar à bandeira dos estados unidos acho normal que as pessoas possam pensar que talvez ande um bocado alienada.

    Quanto ao tom do comentário e à forma como respondeste, dirigiste-o directamente a mim " E não sou adivinha para saber que estavas a pensar nisso com este post, até porque nem sequer sabes", pelo que se o resto não era para mim, então foi mal formulado, e limitei-me a responder a uma interpelação agressiva com um pedido de moderação, só isso.

    ResponderEliminar
  17. http://en.wikipedia.org/wiki/Rainbow_flag_(LGBT_movement)

    ResponderEliminar
  18. Ao movimento gay não associo cor nenhuma, mas obrigada pela lição. As cores do arco-íris começaram a ser associadas no final dos anos 70 nos EUA, aqui terá chegado muito mais tarde e eu já era suficientemente adulta para associar o arco-íris a outras coisas. Além de que não sou gay e por isso também não tenho de saber tudo o que diz respeito ao movimento, não é propriamente uma marca que se encontra a venda em lojas. Aproveito para te deixar este link http://gay.blogs.sapo.pt/193332.html.
    Poderia pedir-te moderação quando insistes, com o 3º comentário, em chamar-me desinformada - já vai em alienação, agora ainda acrescentas que formulo mal o que digo - mas não o faço porque o blogue de facto é teu, nele escreves o que quiseres e eu não não tenho qualquer prazer em alimentar polémicas e discussões. Por mim está encerrada a discussão.
    Bom domingo para ti.

    ResponderEliminar
  19. Precis Almana

    não te chamei desinformada em lado nenhum - quanto muito distraída com o primeiro comentário sobre não associares ao que imagino estivesse a passar de 5 em 5 min em todos os telejornais e meios de comunicação social - e muito menos alienada - estava a dar um exemplo, uma ilustração, para a qual o termo alienado se apropriava, visto tratar-se da bandeira dos estados unidos, que em princípio qualquer pessoa do mundo ocidental minimamente presente neste planeta conhece.

    E sim, se te diriges a mim directamente numa frase e a seguir dizes que a tua resposta não me era dirigida particularmente mas que tinha decidido responder na mesma, das duas uma: ou a formulaste mal de início, por não teres tido intenção de a dirigir a mim, ou estás a mentir para manter a tua argumentação. Eu apenas considerei a primeira.

    Poderias ter respondido a quem de facto usou o termo desinformada, mas não o fizeste, dirigiste-te à autora do post, que neste caso sou eu e mais ninguém.

    Quanto ao resto, é claro que não tens obrigação de saber que a bandeira do arco-íris representa o movimento gay, como aliás não tens obrigação de saber nada nesta vida, ninguém sabe coisas por obrigação, mas por interesse. As pessoas ou sabem mais ou sabem menos, daí que se considere algumas pessoas mais cultas/informadas que outras, porque estão de facto mais atentas ao que se passa no mundo. Eu não sou nem de longe uma pessoa muito informada, nem pretendo passar essa ideia. But that's not even the point.

    O que acontece é que em vez de admitires que te escapou a associação, vieste toda ofendida com três pedras na mão dizer que não tinhas obrigação de saber, porque as cores do arco-iris para ti significam outra coisa, e que na tua cabeça mandas tu, etc, e que foi completamente descabido.

    Ora, eu também tenho falhas, e lapsos bem piores, mas não tento dar-lhes razão à força. Ainda há uns dias uma amiga ma mandou uma mensagem para nos encontrarmos lá no bairro e eu respondi "qual bairro?". Só que quando ela respondeu a gozar "o bairro alto, totó, estás mesmo emigra", em vez de lhe responder ofendidíssima que não tinha obrigação de adivinhar que se estava a referir ao bairro alto, porque bairro para mim poderia significar uma coisa diferente que para ela, yada yada, e que na minha cabeça mando eu, ri-me e pensei para mim mesma "duh, que lerda, que monga, não ando nada bem desta cabeça". E respondi-lhe que andava lerdinha e pronto, a coisa ficou assim.

    O problema não foi a falta de associação de ideias, que qualquer um pode ter, no big deal, mas a forçada e desnecessária justificação para a falta da mesma, que de todo não era pedida, e só veio jogar contra, especialmente pela agressividade.

    Não havia necessidade.

    ResponderEliminar