21 de setembro de 2015

Mommy & Daddy

O Ozzy só se porta bem a passear, ao nosso lado sem puxar, se for entre nós os dois. Basta eu passar para o outro lado ou um de nós se afastar para se quebrar o encanto. Voltando à posição mágica a mudança de comportamento é automática. Alguém me explica?

23 comentários:

  1. E quando um de vocês se afasta um pouco mais o Ozzy não fica histérico? O Kiko fica. Tipo: estamos no carro, paramos na bomba para abastecer. Eu fico com ele enquanto o marido vai tratar do pré-pagamento. O Kiko vê-o através dos vidros e mesmo assim tem uns ataques de histerismo parece que lhe estão a fazer mal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui há tempos estava a passeá-lo com uns amigos e fui num instante ao supermercado, onde demorei uns 5 minutos. Lá dentro ouvia o choro lancinante do meu cão que parecia que estava a ser esfolado vivo ou assim lá fora... vergonha...

      Eliminar
    2. Conheço tão bem essa sensação de vergonha! Então onde existam mais pessoas, e até porque com tamanho alarido é impossível não ficar toda a gente a olhar, quase que existe a reacção de pôr as mãos no ar só para dar a entender que ninguém ali está a espancar o bicho.

      Eliminar
  2. De cães não percebo nada, mas ouvi falar de uma certa gata que só está bem sentada ou deitada entre papá e mamã. Não é a minha, claro, que essa é uma criatura de comportamentos exemplares, nada manienta, uma senhora educadíssima.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, ele também gosta muito de estar entre nós. :)

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Pois, será que se sente mais protegido?

      Eliminar
  4. Easy, ciúmes, atenção dividida ;) se ele está no meio de vcs dois, está no centro da vossa atenção e a impedir-vos de o ignorarem :). Qdo um de vcs se afasta, isso é a cena dos cães, querem estar sempre perto, nomeadamente, em cima das pessoas...

    ResponderEliminar
  5. Eu que não percebo assim muito de cães (só tivemos um que esteve connosco 16, dezasseis!, anos, dos meus 11 aos 27), digo-te que às tantas será porque se sente mais protegido... Se falha um de vós fica com um lado desprotegido e não gosta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah já, tinhas dito!... :DD Pronto olha, também acho que é isso. :p

      Eliminar
    2. Antes do Ozzy o Nuno tinha o Tintin, que morreu em Novembro com quase 17 anos também...

      Eliminar
    3. Ui, nem me lembres... O nosso já estava muito velhinho, via e ouvia mal, tinha crises em que perdia a consciência... Ficou assim em, sei lá, três meses ou coisa que o valha que até aí ele andava mesmo bem, ninguém lhe dava a idade que tinha. Tivemos de o mandar abater porque ele já estava em sofrimento e, mesmo assim, custou-nos imenso. Aquela decisão de pegar nele e metê-lo dentro do carro para o levar ao veterinário... Enfim...

      Eliminar
    4. O Tintin também já tinha reumático e volta e meia tinhamos de lhe dar um ibuprofeno, mas felizmente morreu na caminha dele (foi o meu sogro que o encontrou e enterrou e só depois é que nos disse).

      O Ozzy veio cá parar a casa pq era parecido com o Tintin em pequeno e o Nuno ficou logo conquistado. :)

      Eliminar
    5. Uma longa e feliz vida ao Ozzy e família então. :)

      (Às tantas o canito sente-se inseguro noutros espaços que não os dele... Deixa-lo andar sem trela nalgum sítio fora de casa? Se não, havias de experimentar arranjar um sítio onde ele pudesse andar solto para se ir habituando... Um amigo meu tinha um cão que era assim... Quando era mais novito, e fora do ambiente dele, só andava tranquilo se sentisse as costas bem quentes. :) )

      Eliminar
    6. Nós temos jardim grande onde ele pode correr à vontade, de resto, sem trela, só mesmo na serra, onde não haja carros, porque ele é maluco e desata a fugir (já nos fugiu algumas vezes) e o nosso medo é que vá para a estrada e seja atropelado. Acho que o problema dele não é ter medo, porque está sempre a tentar fugir - da última vez que fui com ele à serra, quando lhe tirei a trela desatou a correr e só o voltei a ver passado um bocado (antes não se afastava ao ponto de me perder de vista, mas agora já é mais atrevido).

      Eliminar
    7. Então olha não sei... Manda mail ao Cesar Millan a explicar a situação... Ele tem uma conversinha de cinco minutos com o Ozzie via Skype e além de te resolver esse problema ainda o ensina a levar-te o pequeno almoço à cama. ;p

      Eliminar
  6. Eu compreendo que deva ser uma grande chatice gerir... mas que acho querido... acho!
    :)
    Pode ser que com o tempo (quando deixar de ser tão cachorro) lhe passe e não faça tanto essas fitas...

    ResponderEliminar
  7. A minha Lola já não é cachorra e quando vamos na rua muitas vezes vai tão junto a nós que chegamos a tropeçar. Moramos no campo e por isso anda quase sempre sem trela e quando se afasta nunca nos perde vista. Vai sempre a olhar para trás e chega a ir contra o que estiver no caminho. Mas no caso dela até percebo porque foi abandonada e depois adoptou-me. É mesmo muito apegada a nós. Se achas que caminhar junto a vocês é estranho, imagina acordares,abrires os olhos e veres um focinho colado ao teu nariz...

    ResponderEliminar
  8. A minha Lola já não é cachorra e quando vamos na rua muitas vezes vai tão junto a nós que chegamos a tropeçar. Moramos no campo e por isso anda quase sempre sem trela e quando se afasta nunca nos perde vista. Vai sempre a olhar para trás e chega a ir contra o que estiver no caminho. Mas no caso dela até percebo porque foi abandonada e depois adoptou-me. É mesmo muito apegada a nós. Se achas que caminhar junto a vocês é estranho, imagina acordares,abrires os olhos e veres um focinho colado ao teu nariz...

    ResponderEliminar
  9. Eu juro que só enviei o comentário uma vez... sorry

    ResponderEliminar
  10. que sorte. nunca tive nenhum cão que não andasse não sei quantos metros à frente e a puxar desalmadamente (fosse com um ou com dois ou sei lá) :/

    ResponderEliminar
  11. Anocas, acho q tem a ver com a noção de espaço, ou seja, ele qdo vai no meio dos dois vai mais confinado, logo anda mais devagar pra não ser pisado por voces e vai ao teu lado pro protegeres.
    Qdo vou na rua com os 3 há dias em q sou arrastada, qdo estou no meio duma multidao, eles nao saem de ao pé de mim, parecem parafusos de tao direitinhos!
    E não sei se te lembras q qdo deixo o bitoque com alguem pra ir fazer xixi, o cao chora desalmadamente parece que o vao matar. É mimo!!! Muito mimo!!! E tem tudo a ver com o facto de ele estar sempre contigo, como os meus comigo. Procura onliine por separation anxiety!

    ResponderEliminar